DUMONT

DUMONT
ESPAÇO DUMONT

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Paraolimpíadas Escolares 2010


Estão confirmadas 22 unidades da federação com mais de 1200 participantes
As Paraolimpíadas Escolares 2010 serão realizadas na cidade de São Paulo, no período de 7 a 11 de setembro. No dia 7 será realizada a Cerimônia de Abertura Oficial e no dia 08 terão início às competições. Estão confirmadas 22 unidades da federação com mais de 1200 participantes. Estes competirão em 10 modalidades esportivas, incluindo duas novidades: tênis em cadeira de rodas e voleibol sentado; além de atletismo, futebol para cegos, futebol para paralisados cerebrais, judô, goalball, bocha, tênis de mesa e tênis em cadeiras de rodas. 
As modalidades disputadas serão divididas por locais de competição. Sete delas acontecerão no Clube Espéria, duas no Anhembi e uma no Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa da Prefeitura do Município de São Paulo. A equipe do Estado de São Paulo participará em nove modalidades com um total de 129 atletas, 60 técnicos, dirigentes e organizadores. Os atletas de São Paulo foram selecionados entre 304 pré-inscritos de 182 escolas de ensino fundamental e médio de 54 cidades do Estado pelas Secretarias dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Esporte e da Educação. Muitos dos atletas e estudantes que irão participar estarão em idade de competir nas Paraolimpíadas de 2016, que será realizada no Rio de Janeiro. A competição é para atletas de 12 a 19 anos.

Programação - dias 08,09 e 10
Competições
- Atletismo: das 08h às 13h
Local: Centro Esportivo Ibirapuera
Avenida Ibirapuera, 1315 - Moema - São Paulo - SP

- Bocha e Tênis de Mesa: das 14h às 18h
Local: Espaço SPturis (ao lado do hotel Holliday Inn Anhembi)
Rua Professor Milton Rodrigues, s/n - Parque Anhembi - São Paulo - SP

- Goalball, Futebol de 5, Natação e Voleibol Sentado: das 8h às 13h
Local: Clube Espéria
Avenida Santos Dumont, 1313 - Santana - São Paulo - SP

- Judô, Futebol de 7 e Tênis em Cadeira de Rodas: das 14h às 18h
Local: Clube Espéria
Avenida Santos Dumont, 1313 - Santana - São Paulo

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

II Jornada de Arquitetura Inclusiva e Desenho Universal

Horário: 11 novembro 2010 a 12 novembro 2010
Local: Hotel Matsubara
Rua: Rua Cel. Oscar Porto, 836 Paraíso
Cidade: São Paulo – SP
Site ou Mapa: http://www.arquiteturainclusi…
Telefone: (11) 55 3888-2222
Tipo de evento: eventoinformativo
Organizado por: Instituto Brasil Acessível e IBDA

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Agenda:

 Fique por dentro:


1. Feira do Empreendedor de Sergipe: 04 a 07 de Agosto

2. Feira Muito Especial Rio de Janeiro: 23 a 26 de Agosto

3. Feira Tecnologia Assistiva em CAmpina Grande: de 16 a 19 de Agosto
4.  Congresso Nacional de Diversidade e Inclusão: 15 a 17 de Setembro 

5. . II Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para pessoas com deficiencia da Secretaria do Estado dos Direitos da Pessoa com deficiência: 21 a 24 de Outubro

6. . Rehacare Alemanha: de 06 a 09 de Outubro

Por Michele Jimenez Benjamim

Teatro com atores surdos-cegos : “NÃO SÓ DE PÃO”



TEL AVIV - As portas do teatro se abrem e, no palco, 11 pessoas amassam uma mistura de farinha, água e fermento. Enquanto o público vai se acomodando, os atores, vestidos de chefes de cozinha, forjam no trigo o milagre do pão, que, no final da apresentação, recém-saído do forno, irá fartar a platéia. A curiosidade é fermentada por um detalhe: a peça israelense "Não só de pão" é encenada pelo grupo teatral Nalaga'at, o único do mundo formado apenas por atores simultaneamente surdos e cegos.

Engana-se, no entanto, quem espera um espetáculo recheado de autocomiseração ou um show de esquisitices. Em uma hora e meia, tempo que leva para assar o pão, a peça relata sonhos, aspirações e experiências pessoais dos atores surdo-cegos com muito bom humor e joie de vivre. Os tópicos podem ser pesados, como solidão, escuridão e silêncio. E os sonhos podem parecer banais, como ver TV, jogar futebol e ir ao cinema. Mas o espetáculo trata tudo isso com delicadeza e sem melancolia.



Fonte: http://oglobo.globo.com em 02 de agosto de 2010


Por Michele Jimenez Benjamim

Acessibilidade nas Habitações de Interesse Social

O Decreto 53.485/08, institui o Desenho Universal nos projetos de moradias de interesse social construídas pela CDHU
Em setembro de 2008 foi assinado o Decreto 53.485/08, institui o Desenho Universal nos projetos de moradias de interesse social construídas pela CDHU. O objetivo é criar habitações acessíveis a todas as pessoas, independentemente de suas características pessoais, idade ou habilidades. Diante do fato de que qualquer pessoa, em qualquer fase da vida, pode vir a experimentar a deficiência, com o Desenho Universal não é necessário mudar de casa, apenas fazer pequenas adaptações, a baixo custo, para uma vida independente. Sendo uma média próxima de quatro moradores por habitação e considerando que o Desenho Universal atende a todas as pessoas e não só as que têm deficiência, pode-se afirmar que cerca de 200 mil pessoas poderão ser beneficiadas pelo Desenho Universal nessas residências.

   

Por Michele Jimenez Benjamim

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Software auxilia deficientes físicos e motores

O aluno do 8º período do curso Análise de Sistemas do Centro Universitário CESMAC, Rui Calheiros, orientado pelo professor Mozart de Melo Alves Júnior, desenvolveu um software para ajudar os deficientes físicos e motores no acesso ao computador, possibilitando, inclusive, a navegação pela internet.

O projeto integra o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do estudante, que afirma ter pensado no princípio da inclusão dos deficientes físicos para desenvolver o programa. “Hoje há tanta facilidade de se comprar um computador, mas nem todos podem manuseá-lo. Por isso, desenvolvi esse protótipo de software para que os deficientes físicos e motores possam ter a oportunidade de conhecer tudo o que um computador pode oferecer. Além de ser uma terapia”, constata.

O programa funciona com a instalação de um pequeno box no canto da tela, com um Menu e uma barra vermelha que vai se movimentando automaticamente. O usuário tem duas opções para utilizar o programa: uma é com o uso de um microfone que, ao ser “assoprado”, reconhece como um comando e “clica” na opção desejada no Menu. A outra opção é o botão de “Ctrl” no teclado, que o usuário só necessita dele para escolher o que o programa irá fazer. Com a ferramenta, é possível digitar textos, mover o mouse, navegar na internet, brincar com jogos etc. Todo o processo pode ser conferido em um manual desenvolvido pelo aluno e seu orientador.

O projeto ainda está em fase de teste e sua primeira experiência aconteceu na sede da Associação de Deficientes Físicos de Alagoas (ADEFAL), no último mês de junho. Alguns usuários ficaram impressionados com o sistema, como afirma o professor. “Colocar este projeto em prática é um grande passo que estamos dando para Alagoas. Pelas pesquisas que fizemos, constatamos que é uma ferramenta inovadora a nível nacional, além de ser de fácil acesso e manuseio”, destacou.